Cerca de 220 Guarda Vidas Civis (GVC), já estão aptos para atuar nas praias guarnecidas pelo 4º Batalhão de Bombeiros Militar (4º BBM). Após um mês de curso, na última sexta-feira, 6, ocorreu a formatura dos participantes das praias de Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Morro dos Conventos, Balneário Gaivota e Passo de Torres.

O subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Ricardo Steil, participou das solenidades e destacou a importância do serviço. “O fundamental é prevenir, precisamos trabalhar incansavelmente para que tenhamos uma temporada segura”, ressaltou. “O Guarda Vidas é a peça fundamental para que tenhamos êxito ao logo da temporada”, enfatizou.

“Todos os anos, além dos Bombeiros Militares, nós contamos com o serviço de Guarda Vida Civil, que reforçam nossos atendimentos todos os dias nas praias”, destacou o subcomandante do 4º BBM, major BM Henrique Piovezam.

O 4º Batalhão de Bombeiros Militares está iniciando a sexta temporada sem mortes em áreas atendidas pelos Guarda Vidas Civil e Bombeiros Militares. Os Guarda Vidas estão todos os dias nas praias, das 08 às 20 horas.

Além da Formatura de Guarda Vidas, em Passo de Torres, a guarnição foi contemplada com a entrega de um Container para ampliação do quartel e uma cadeira Anfíbia, que possibilita que pessoas com algum tipo de deficiência tenham acesso às praias catarinenses. As cadeiras Anfíbias estarão disponíveis ao longo da temporada no Posto de Atendimento Central do Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Morro dos Conventos e Passo de Torres.

Formatura Projeto Golfinho

Prevenir para um futuro melhor, esse é o foco do Projeto Golfinho, repassar informações relativas ao serviço aquático, bem como cuidados e perigos do ambiente marinho. Em Araranguá, 226 crianças com idade entre sete e 12 anos, passaram pelo curso, ministrado por Bombeiros Militares e Guarda Vidas Civil.

O Projeto continua durante toda temporada nas praias atendidas pelo 4º BBM, os interessados podem consultar as datas do curso nos postos de atendimentos das praias.
“Essa é a fase da vida em que as crianças mais têm curiosidades, é essencial que elas saibam sobre os perigos do meio aquático”, salientou o major BM Henrique. “Com crianças prevenidas, teremos adultos conscientes e mais seguros”, finalizou.

Quer receber notícias pelo Whatsapp? Clique aqui

Fonte: Assessoria de Imprensa