Foi concluído pela Departamento de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá o inquérito da operação Armagedon. O documento contém aproximadamente 4.000 páginas e foi acatado pelo Ministério Público. 40 pessoas foram denunciadas pelo MP que deverá pedir a prisão dos envolvidos para a justiça.

“Temos acusados aqui do Sul de Santa Catarina e também do estado de Mato Grosso do Sul. Lembrando que foram 29 pessoas presas e pelo menos outras quatro estão foragidas”, explicou o delegado Lucas Fernandes da Rosa, responsável pela DIC.

A operação

 

Com o nome de “Mega Operação Armagedon” a operação teve como objetivo desarticular uma organização criminosa que atuava no tráfico de drogas na região Sul.

No amanhecer do dia 12 de março de 2019 a Polícia Civil com o auxílio da PM cumpriu ao todo 29 mandados de prisão preventiva nas cidades de Criciúma, Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Santa Rosa do Sul, Sombrio, Garopaba e Sete Quedas, no Mato Grosso do Sul.

Além disso aconteceram o cumprimento de 31 mandados de busca e apreensão, 14 de sequestro de veículo, cinco de sequestro de imóvel e bloqueou 22 contas bancárias.