A prevenção à violência doméstica e familiar contra a mulher ganhará destaque na próxima sexta-feira, 15, em Criciúma. Uma palestra, promovida pela comarca de Criciúma, abordará o tema dentro da programação da XIII Semana de Justiça pela Paz em Casa.

A fala inicial será da desembargadora Salete Silva Sommariva, da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid). Ela falará sobre feminicídio, questões culturais e sociais, a importância da prevenção e do atendimento também aos homens autores de violência.

Além de estatísticas e cenários, serão abordadas boas iniciativas que já estão sendo colocadas em prática, que trazem à tona a discussão deste assunto e procuram diminuir os índices atuais de violência contra a mulher.

Também irá falar sobre o assunto o vereador de Siderópolis Clademir Manoel de Souza (Peninha). Ele é responsável por projetos no Legislativo, como a Lei n. 2278, de 2018, que instituiu a Semana Municipal de Ações Voltadas à Lei Maria da Penha nas escolas de ensino fundamental, séries finais e de ensino médio, públicas e privadas; e o "Dia Laranja", instituído pela Lei 2.234, de 2017, pela qual no dia 25 de cada mês uma entidade ou empresa da cidade fica responsável pela promoção de ações de conscientização relacionadas a esse tipo de violência.

O evento é aberto para magistrados, servidores, estudantes, profissionais da rede de atendimento à mulher em situação de violência e público em geral. Será concedido certificado de atividades complementares aos estudantes.

A ação é promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e apoiada pela Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid) do Tribunal de Justiça de Santa Catarina. As palestras serão realizadas no Salão do Júri do Fórum da comarca de Criciúma (av. Santos Dumont, s/n, bairro Milanese).

Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina