Na segunda-feira, dia 09, agentes da Polícia Civil de Turvo, coordenados pelo delegado Gustavo Henrique Reis, se deslocaram para Gramado/RS, onde deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva a um dos suspeitos de ter praticado assalto a joalheria na cidade.

O crime ocorreu por volta das 11 horas do dia 15 de junho, quando um homem chegou na joalheria localizada no centro de Turvo, sendo atendido pela proprietária do local. Após fazer algumas perguntas, adentrou no estabelecimento comercial, seu comparsa com uma mochila e armado, anunciou o assalto.

A dupla rendeu a vítima, a levando para os fundos da joalheria e exigiram ouro. Após roubar dinheiro e joias, a dupla fugiu em um I30 de cor prata, sentido Ermo. O veículo usado no crime foi localizado abandonado no Morro da Prefeitura, ainda em Turvo.

Desde a manhã do roubo, agentes da Polícia Civil iniciaram os trabalhos de investigação. Durante esse tempo, os policiais identificaram um terceiro homem envolvido no assalto e que serviu de “batedor” da dupla e auxiliou na fuga.

Conforme a Polícia Civil, o homem morador de Canoas/RS, foi a Turvo em um Palio vermelho, dando fuga à dupla. Após a identificação e provas que levaram a participação do terceiro suspeito, um mandado de prisão preventiva foi representado e cumprido na cidade gaúcha de Gramado, no início da semana.

O homem ficou detido na cidade gaúcha, onde foi ouvido. Ainda segundo a polícia, a dupla que cometeu o crime ainda não foi identificada. A polícia pede que se alguém tenha alguma informação que leve à identificação e localização dos criminosos, que entrem em contato com a Polícia Civil de Turvo através do telefone (48) 3525 0173 ou 181. O sigilo é garantido.

Fonte: Diogo CCR