Um motorista, de 38 anos, foi preso em flagrante por ter causado o acidente que matou um bebê de dois meses e uma mulher, de 36 anos, e deixou 21 feridos na manhã deste sábado, na BR 101, em Torres, no Litoral Norte. De acordo com o delegado Celso Alan Jaeger, o homem será indicado por homicídio doloso, quando se assume a responsabilidade pelos atos, já que ele dirigia um Corsa branco, com placas de Torres, na contramão e ainda estaria embriagado. O teste do bafômetro apontou 0,37 miligramas de álcool para um litro de sangue, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O condutor ainda está na delegacia, mas deve ser encaminhado à Penitenciária Modulada Estadual de Osório.

O veículo do motorista preso colidiu frontalmente, no km 4 da rodovia, contra um Chevrolet Onix preto, de Gravataí, causando a morte de uma das ocupantes do veículo, que tinha 36 anos. Logo atrás do Onix, que transitava no sentido para Santa Catarina, seguia um caminhão Scania prata, de Erechim, que recém havia saído do posto de gasolina. O veículo, que estava em baixa velocidade, conseguiu parar, mas foi atingido na lateral por um ônibus de excursão, de Itajaí (SC), que vinha logo atrás.

Além de atingir a cabine do caminhão, o ônibus colidiu frontalmente com o Onix e tombou no canteiro que divide a BR 101. Um bebê de dois meses que estava no coletivo, que saiu de São Gabriel com 38 passageiros e tinha como destino o parque Beto Carrero Word, em Itajaí, Santa Catarina, acabou morrendo.

Fonte: Correio do Povo |Fotos Polícia Rodoviária Federal / Divulgação / CP