No final da tarde de domingo, dia 07, por volta das 18 horas, a Polícia Militar foi acionada para averiguar uma denúncia, que um homem estaria na casa da ex-companheira, fazendo ameaças, em Balneário Arroio do Silva.

Quando uma guarnição chegou no local, visualizou o suspeito com um pedaço de madeira nas mãos, momento em que correu e, ao ver que não tinha mais o que fazer, largou a madeira. O homem desacatou os militares, dizendo que era advogado e que os expulsaria da corporação.

O advogado foi preso pela PM acusado de violência doméstica, desacato e desobediência, sendo levado à delegacia, para que os procedimentos cabíveis fossem tomados.

Fonte: Diogo CCR