Na manhã de ontem, quinta-feira dia 14, a Polícia Militar de Sombrio foi acionada para atender uma ocorrência de Maria da Penha, na localidade da Cohab, bairro São Luís. Segundo informações, Jair Joaquim de 43 anos, que havia sido solto na última quarta-feira, no regime de 7 dias em liberdade e que cumpre pena pelo crime de tráfico de drogas, teria ameaçado de morte a própria filha.

Após dois dias na rua, ele foi até a casa da filha de 24 anos, dar continuidade às ameaças que, segundo a vítima, Jair já fazia por celular dentro da penitenciária. Conforme o Jornal Correio do Sul, a mulher contou que o pai dizia que iria colocar fogo na casa, matar a filha e todos que estivessem no interior da residência.

Por volta das 11h30min da manhã de ontem, quando a filha de Jair chegou do trabalho, o homem se aproximou da residência dizendo que estava ali para cumprir as ameaças e por fogo no imóve, afirmando ainda que se que se a filha saísse de casa, ele iria dar um tiro na cabeça dela. Jair teria relatado ainda, fazer parte do PGC (Primeiro Grupo Catarinense), facção criminosa enraizada dentro das unidades prisionais do estado.

Jair teria dito ainda que junto de seus comparsas ele iria matar todos da casa. A Polícia Militar conseguiu capturar o homem, ainda próximo à casa da filha, onde recebeu voz de prisão e foi conduzido para a delegacia de polícia. No mesmo dia Jair foi novamente encaminhado para o sistema prisional.

Fonte: Diogo CCR (Colaboração Correio do Sul | Foto: Ilustrativa)