Antes das 23 horas de ontem, terça-feira, dia 12, um pedido de socorro veio através de grupos de WhatsApp, informando que um homem havia invadido uma residência no centro de Maracajá e que estaria ameaçando uma mulher e quebrando o imóvel. “Estou em Criciúma e minha mãe ligou pra mim, dizendo que “fulano” foi lá na casa dela e quebrou a porta e está ameaçando ela. Por favor acionem a polícia, a mãe está precisando de socorro. Ele está bem atordoado e ameaçando a mãe”, esta mensagem se espalhou rapidamente nos grupos e a Polícia Militar foi acionada.

Rapidamente viaturas de Araranguá se deslocaram para dar apoio à PM de Maracajá. No local, conforme o Sargento Nazário, do 19° BPM, a solicitante informou que seu vizinho, que possui problemas mentais, arrombou a porta dos fundos de seu imóvel, ameaçando pegar o filho dela.

Diante dos fatos os militares se deslocaram até a casa do acusado, a qual estava fechada, não sendo ele localizado até o momento.

Fonte: Diogo CCR (Foto: Ilustrativa)