Funcionários da CDL do município de Praia Grande viveram momentos de terror na tarde de ontem, quinta-feira. Dois homens com arma em punho chegaram na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas e anunciaram o assalto. Segundo os trabalhadores, a dupla chegou de moto, descendo de capacete, cada um com uma arma, gritando e pedindo o dinheiro. Após pegar aproximadamente R$ 350,00 e um celular, os assaltantes fugiram pela rodovia estadual que liga Praia Grande a BR 101.

Guarnições da Polícia Militar da região em conjunto com policiais civis da comarca de Santa Rosa do Sul fizeram um cerco para capturar a dupla. Perseguidos na localidade de Vila Catarina eles abandonaram a moto Honda CG com placas de Sombrio e saíram correndo para o mato existente às margens da rodovia, onde jogaram as armas e continuaram em fuga.

Policiais entraram no mato e viaturas permaneceram na rodovia, chamando a atenção da população local e de motoristas que passavam. Durante as buscas foi capturado Adriano Quadros Valim de 19 anos, morador de Lagoa de Fora, em Balneário Gaivota, conhecido da polícia por outros crimes na região. Com ele foram recuperados o dinheiro e o celular roubado no assalto.

Adriano, a moto usada no crime e o celular roubado foram encaminhados para a delegacia de Praia Grande, enquanto a PM e o Pelotão de Patrulhamento Tático continuaram a procura em meio a mata, atrás do segundo acusado.

O comparsa Ramon Luiz Espíndola de 28, chegou na casa de um morador, onde ganhou uma camiseta, um par de chinelos e fez uma ligação para uma mulher em Balneário Gaivota para ir buscá-lo. Então seguiu para um ponto de ônibus onde ficou esperando o resgate, só que ao invés do táxi que seria mandado, quem o encontrou foi o Pelotão de Patrulhamento Tático. Preso, Ramon também foi levado para a delegacia.

Os dois assaltantes foram presos em flagrante e autuados pelo delegado André Coltro, que coordenou o trabalho da Polícia Civil. As armas usadas no assalto não foram encontradas.

Fonte: Diogo CCR (Colaboração Correio do Sul)