Mais um crime foi elucidado rapidamente em Araranguá, após incessante trabalho de investigação em uma ação conjunta dos agentes de polícia civil da DIC e DPCAMI de Araranguá, DPMU de Balneário Arroio do Silva, DPCO de Turvo e Delegacia de Polícia de Passo de Torres, capitaneados pelo Delegado Jair Pereira Duarte.

Um homem foi vítima de tentativa de homicídio na madrugada do último sábado dia 11. Por volta das 03 horas, nas proximidades da Avenida Sete de Setembro, no Parque Alvorada, em Araranguá, David Rodrigo Gonçalves de 32 anos, conhecido como “Gabiroba” foi alvejado por disparos de arma de fogo, sendo encontrado agonizando em via pública.

Conforme apontou as investigações que iniciaram ainda na madrugada de sábado, “Gabiroba” veio de Torres/RS acompanhado de Laerte Pinheiro Junior de 25 anos até Araranguá. Eles passaram em uma casa noturna e saíram com duas garotas de programa até uma festa que acontecia em um estabelecimento comercial no Parque Alvorada.

Após um tempo, Laerte saiu da festa com a acompanhante, no veículo da vítima, deixando “Gabiroba” no local. Mais tarde, Laerte chegou novamente na festa, desta vez acompanhado por mais três homens, convidando o amigo para ir embora.

De acordo com o delegado Jair Pereira Duarte, a vítima estava no banco do caroneiro, praticamente desacordada devido a bebida e, a um quilômetro da festa, ainda no Parque Alvorada, Laerte sacou uma arma de fogo e atirou a queima roupa na vítima, ainda dentro do carro. Após, desceu e retirou “Gabiroba” do próprio automóvel, largando a vítima agonizando em via pública.

Há informações de que a vítima foi alvejada por dois disparos na cabeça, provavelmente sendo uma execução encomendada. David Rodrigo Gonçalves foi encontrado por populares que acionaram o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Civil. O homem foi socorrido e encaminhado em estado grave ao Hospital Regional de Araranguá e de lá, transferido para uma unidade hospitalar em Criciúma, onde segue internado em estado grave na UTI.

Quando do cometimento do crime a vítima estava sem identificação, sendo que somente sábado a tarde se chegou no nome de “Gabiroba”. O veículo Gol da vítima, foi encontrado no final da tarde de sábado depois de São João do Sul, quase na divisa com o estado gaúcho. O automóvel estava sujo de sangue e passou por perícia.

Depois de horas de trabalho ininterruptos realizados pela Polícia Civil, as investigações e testemunhas apontaram o autor do crime como sendo Laerte e o delegado Jair solicitou ao Poder Judiciário o pedido de prisão preventiva em desfavor do acusado e, rapidamente o pedido foi aceito e na tarde desta segunda-feira, por volta das 15 horas, Laerte Pinheiro Júnior de 25 anos foi preso, em Passo de Torres, embora ele e a vítima estivessem morando na localidade de Piratuba, em Torres/RS.

“Nesta tarde cumprimos mandados de busca e apreensão na casa do acusado e ainda cumprimos o mandado de prisão preventiva em seu desfavor. A ação conjunta da Polícia Civil foi positiva desde o início das investigações até a prisão do acusado. Embora ele negue o crime, temos provas suficientes da autoria”, ponderou o delegado Jair que comandou todo o trabalho.

Laerte tem passagens policiais no Rio Grande do Sul (RS) por roubo, associação criminosa, corrupção de menores, entre outros delitos. Conforme o delegado, ele também faz parte de uma Facção Criminosa instalada no RS. Após a prisão, o acusado foi encaminhado para a Central de Polícia de Araranguá.

Fonte: Diogo CCR