Agentes da Divisão de Investigação Criminal de Araranguá e da Central de Polícia, coordenados pelo delegado Lucas Fernandes da Rosa, cumpriram na manhã desta terça-feira, dia 24, mandado de busca e apreensão de autor de homicídio.

Segundo o delegado Lucas, o detido, agora maior de idade possui extensa ficha criminal com passagens por crimes praticados quando adolescente como tráfico de drogas, rebelião em presídio, receptação, entre outros, porém o mandado de busca e apreensão é pelo crime de homicídio praticado em plena luz do dia no bairro Barranca, em Araranguá, onde matou uma mulher a facadas.

Quando cometeu o crime, o jovem tinha 17 anos. Ele foi internado e acabou fugindo dia 25 de novembro do ano passado. Desde então ele era procurado pela Polícia Civil e nesta manhã acabou apreendido em casa, no bairro Barranca.

Relembre o crime

Pouco antes das 16 horas do dia 02 de setembro de 2015, Nair Maria Ferrari, na época com de 57 anos de idade, moradora da cidade gaúcha de Cidreira, estava caída em via pública, morta com um golpe de faca pescoço.

O homicídio foi registrado no bairro Barranca, próximo a ponte pênsil. Na época do crime, de imediato a polícia passou a colher informações e identificou o autor do homicídio como sendo um adolescente de 17 anos de idade, que estava em casa e, a princípio, negou veementemente a prática do delito.

Buscas foram feitas no bairro e a faca e a toca balaclava foram encontrados no trajeto da fuga e as vestes do adolescente na casa de um irmão seu.

A vítima veio até Araranguá para fazer a transferência de um veículo GM/Vectra para o seu nome, registrado em nome de sua nora Elisabete Machado Ferrari. A vítima veio acompanhada por um mecânico, que relatou que, ao chegarem em frente à casa, a vítima desceu, foi até a porta e, quando retornou, foi atacada pelo marginal, que estava escondido à margem do rio, o qual acertou a vítima com um golpe certeiro no pescoço.

Ao ser conduzido até a Central de Polícia, o adolescente infrator confessou a prática infracional análoga ao crime de homicídio qualificado e foi autuado em Auto de Apreensão de Adolescente.

Fonte: Diogo CCR