Na madrugada de sexta-feira, (05/02), por volta das 03h08, guarnições da Polícia Militar de Araranguá foram acionadas, via Central de Operações da Polícia Militar (COPOM - 190), para atender uma ocorrência de violência doméstica no bairro Urussanguinha.

No local, a vítima G.R.M., 37 anos, relatou que o ex-marido V.V.F., 44 anos, estaria perturbando em frente à residência em que mora e que já possui uma medida protetiva contra ele. Ainda no local, os policiais militares constataram que “V” havia fugido, e que estava conduzindo uma camionete Jeep Cherokee.

Na posse das informações, a guarnição orientou a vítima a acionar a polícia militar, caso seu ex-marido retornasse. Em rondas durante a madrugada, os policiais militares visualizaram “V” transitando próximo a residência da vítima, e ao tentar abordá-lo, este não acatou a ordem de parada e empreendeu fuga, vindo a colidir em um poste.

Durante a abordagem o condutor foi identificado como V.V.F., ex-companheiro de “G”, e restou constatado pelos policiais militares que além de estar em visível estado de embriaguez, “V” também estava com o direito de dirigir suspenso.

V.V.F. não conseguiu realizar o teste do etilômetro, mas admitiu ter ingerido bebida alcoólica.

Diante do fato, o veículo foi removido, “V” recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Central de Polícia.

Sua ex-esposa esteve no local e manifestou interesse em representar criminalmente contra “V”, já que tem sofrido constantes ameaças.