Os anos de 2017 e 2018 foram importantes para a história da Câmara de Vereadores de Araranguá. É que pela primeira vez foi possível fazer uma economia tão grande com os recursos destinados a sua manutenção. Apesar das previsões divulgadas serem otimistas, o resultado do levantamento final da contabilidade feita para o período, e que foi apresentado pelo setor responsável na última semana para a presidência da casa, superaram as expectativas. Um pouco mais de R$ 2,5 milhões foram devolvidos para a administração que pode usar os recursos em obras e projetos que beneficiassem a população.

Entre as ações que resultaram neste valor devolvido, está a economia com a redução nas contratações de terceirizados, além do corte de diárias, adiantamentos e despesas com viagens de vereadores e servidores. Esta medida em específico, completa neste mês de Fevereiro, 26 meses, e a tendência é que continue nos próximos dois anos, já que a mesa diretora reeleita tem como principal projeto administrativo manter a ideia de economizar. Segundo o presidente, Daniel Viriato Afonso, a gestão da Câmara deve ser seguida como exemplo. “Nos últimos anos foi possível mostrar que podemos fazer bom uso do dinheiro público. Não há razão para ser diferente e desperdiçar. Não é apenas o fato de entrar para a história, mas esta legislatura serve como exemplo, já que todos os vereadores abriram mão de alguns privilégios como nunca foi feito antes”, comentou.

Única em SC a cortar diárias

As informações são ainda mais positivas com relação a Câmara de Vereadores de Araranguá. Além da economia feita, e a demonstração de bom uso dos recursos públicos, é a única no Estado de Santa Catarina em que os vereadores estão há mais de dois anos sem receber diárias. Fato histórico, economia e exemplo dado. De acordo com o presidente, Daniel, o comportamento dos vereadores que entenderam o projeto de economizar, abrindo mão de alguns benefícios resguardados pela lei, é prova de que as necessidades da população são mais importantes que benefícios próprios. “Estou otimista que esta proposta continue e todos os vereadores mantenham-se engajados. É muito importante darmos esta resposta aos cidadãos”, continuou.

Todas as despesas podem ser acompanhadas no Portal da Transparência, vinculado ao próprio site da Câmara cmva.sc.gov.br.

Fonte: Morgana Daniel - Mais Acontece