Este domingo, 5, foi o prazo final para os partidos políticos de Santa Catarina definirem as coligações para disputa eleitoral que acontece no dia 7 de outubro. Até o fim da última semana o cenário ainda estava indefinido, sendo que as maiores siglas partidárias do estado, que sempre estavam unidas, estavam lançando suas candidaturas próprias.

Os ainda pré-candidatos, após as costuras políticas, serão homologados de forma oficial até o dia 15, junto à justiça eleitoral, pois a partir do dia 16 de agosto já será permitida a propaganda eleitoral como comícios, carreatas e distribuição de materiais.

A equipe do Grupo W3 na última semana fez um balanço com as maiores candidaturas que estavam postas para concorrer ao governo do estado, mas durante este fim de semana a realidade eleitoral mudou. Confira quais serão os candidatos:

Pré-candidatos pelo PCO:

Governador: Angelo Castro

Vice-governador: Indefinido

Senado: André Carvalho

Pré-candidatos pela coligação liderada pelo PSL:

Governador: Carlos Moisés da Silva

Vice-governador: Daniela Reinehr

Senado: Lucas Esmeraldino e Roberto Salum.

Pré-candidatos pelo PT:

Governador: Décio Lima

Vice-governador: Indefinido

Senado: Ideli Salvatti e Lédio Rosa

Pré-candidatos pela coligação liderada pelo PSD :

Governador: Gelson Merísio

Vice-governador: João Paulo Kleinubing

Senado: Espiridião Amim e Raimundo Colombo

Pré-candidatos pela coligação liderada pelo PSTU:

Governadora: Ingrid Assis

Vice-governador: Ederson da Silva

Senado: Ricardo Lautert

Pré-candidatos pelo PSOL:

Governador: Leonel Camasão

Vice-governador: Carol Bellaguarda

Senado: Antônio Campos e Pedro Cabral

Pré-candidatos pela coligação liderada pelo MDB:

Governador: Mauro Mariani (MDB)

Vice-governador: Napoleão Bernardes

Senado: Jorginho Mello e Paulo Bauer

Pré-candidatos pela REDE:

Governador: Rogério Portanova

Vice: Indefinido

Senado: Diego Mezzogiorno e Miriam Prochnow