Há um tempo não havia na sociedade um debate sobre o autismo, mas, os olhos começaram a se voltar para o tema quando a lei nº 12764 instituiu no Brasil uma Política de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, sendo implantada em Santa Catarina no ano seguinte. Em ambas as regulamentações, os autistas passaram a ser considerados “pessoas com deficiência para todos os efeitos legais”, tendo direito a todas as políticas de inclusão do país - entre elas o direito à acessibilidade.

Pensando nisto o vereador Jair Anastácio já aprovou na Câmara de Vereadores de Araranguá um Projeto de Lei que cria a Semana Municipal de Conscientização do Autismo e Institui a Política Municipal, e para dar continuidade no debate – já que agora existe uma política de debate sobre o autismo -, irá para votação na próxima quarta-feira, 1, o projeto que obriga os estabelecimentos públicos e privados do município de Araranguá a inserir nas placas de atendimentos preferenciais o símbolo mundial da conscientização do transtorno do espectro autista.

De acordo com o vereador Jair Anastácio, a demanda surgiu do debate com alguns pais. “Os nossos projetos sempre nascem do meio do povo, este não poderia ser diferente, ele surgiu após a solicitação de alguns pais que vêem diariamente a necessidade”, afirmou.

O projeto obriga a demarcação nestes atendimentos prioritários em diversas locais. “A proposta solicita que supermercados, bancos, farmácias e entre outros locais anexem o símbolo mundial do autismo”, esclarece Anastácio.

Fonte: Assessoria de Comunicação Vereador Jair Anastácio - (PT)