Com a presença maciça de lideranças do MDB e da imprensa, o deputado estadual, Manoel Mota anunciou na manhã desta quarta-feira, 18, a desistência de ser candidato a deputado estadual pelo Vale do Araranguá.

De acordo com o deputado, que está no sétimo mandato, ele sai de cabeça erguida. "Às vezes é preciso dar um passo para traz para irmos para frente e é isso que eu decidi fazer. Sairei de um cargo público, mas não saio da política, quero continuar colaborando com o povo do sul".

Um dos motivos que levou ele a não ser candidato foi a falta de empenho do governo na região. "Eu trabalhei muito pela nossa região, mas infelizmente o governo do estado nos abandonou em alguns momentos. Além deste motivo, a solicitação da minha família para que eu não fosse candidato pesou muito".

Além de anunciar a sua não candidatura, Mota avaliou seu mandato. "Eu trabalhei muito pela nossa região. Foram muitos recursos destinados para a o sul de Santa Catarina. Mais de 100 milhões em investimentos".

Mota irá apoiar Volnei

O deputado estadual anunciou o apoio ao prefeito de São Ludgero, Volnei Weber. "Hoje eu saio da vida política para apoiar o Volnei pois sei que ele dará continuidade aos trabalhos importantes que foram iniciados por mim".

Em seu discurso, o prefeito de São Ludgero, discursou em apoio ao deputado. "Me sinto alegre em contar com o apoio desde grande deputado. Mota, você vai se orgulhar de mim, pois se eu for eleito, irei trabalhar muito e honrar está confiança", pontuou Volnei.

O encontro contou com a participação de diversas lideranças políticas,entre elas, o prefeito de Turvo, Tiago Zilli, o ex candidato a prefeito de Araranguá, César César, ex candidato a vereador Moacir Pinheiro, além dos vereadores de Araranguá, Jorginho e Ronaldo Soares.