O deputado Dirceu Dresch (PT) , líder da bancada do PT, reagiu com indignação e fez duras críticas à decisão da Direção da Assembleia Legislativa d Santa Catarina que autorizou aditivo de R$ 3,6 milhões/ano no contrato com a empresa de serviços terceirizados, objetivando a contratação de 30 pessoas. Em média, cada contratado custará mensalmente R$ 10 mil.

"Nosso mandato já solicitou à presidência a revogação imediata deste ato, uma medida descabida, contra a austeridade, em descompasso com a realidade da atual crise econômica e em véspera de eleição. É uma afronta a sociedade".

Caso a situação não seja revista, o deputado pretende levar a questão ao Ministério Público Estadual. "O Poder Legislativo assinou um Termo de Compromisso para reduzir o número de terceirizados. Parece que isso está sendo esquecido. Defendemos concurso público. Contratação de terceirizados é a precarização do trabalho e abre espaço para a abominável interferência política nesse tipo de contratação", afirma Dresch.

Fonte: Assessoria de Imprensa Deputado Estadual Dirceu Dresch