O deputado estadual Dr. Vicente Caropreso (PSDB) cumpriu agenda na região Sul, nessa quinta-feira (15). Além de ouvir as demandas de lideranças locais, o parlamentar conferiu o resultado de ações que realizou durante sua gestão na Secretaria de Estado da Saúde (SES), no ano passado.

Em Araranguá, Caropreso voltou ao Hospital Regional pela primeira vez após a intervenção, que resultou na saída da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). A decisão de romper com a empresa paulista foi tomada por ele durante sua gestão na SES.

“É muito bom voltar e ver que o funcionamento do Hospital está sendo normalizado. Fomos informados que algumas coisas ainda precisam ser adquiridas e que os sistemas de lavanderia, central elétrica e telefonia estão causando transtornos. Vamos nos empenhar para que isso seja resolvido com brevidade”, afirmou.

O deputado foi recebido pelo diretor-geral, médico pediatra Leon Iotti, e pela vice-diretora, enfermeira Rita Premoli. “Mesmo com questões que ainda precisam ser resolvidas, conseguimos reduzir o tempo de espera dos atendimentos e aumentar o números de pessoas assistidas”, justificou Iotti.

Caropreso sugeriu aos diretores a criação de um grupo de voluntários para auxiliar o HRA. “São eles que nos ajudam em situações que não temos para onde correr. Vivi isso com o Hospital Infantil e sou muito grato a Dona Gegê pelo apoio. A comunidade precisa ser envolvida nessa gestão, e a melhor forma é tornando-a voluntária”, comentou o parlamentar.

Bombeiros e Samu

A agenda do deputado encerrou na 3ª Companhia de Bombeiros Militar, onde prestigiou, entre outros atos, o de integração do Corpo de Bombeiros e Samu na cidade de Araranguá. O termo de Cooperação Técnica para compartilhamento da gestão do atendimento pré-hospitalar em Santa Catarina foi assinado em outubro de 2017, durante a gestão de Caropreso na SES.

“Ouvimos todos os gestores e profissionais que fazem o serviço no estado. O resultado foi um modelo único e inovador, um socorro mais rápido e um adequado atendimento de saúde aos catarinenses. Além, é claro, de condições melhores para os profissionais que atuam nas ocorrências”, afirmou o deputado.

Segundo o gerente estadual do Samu, Coronel João Batista Cordeiro, até dezembro deste ano todas as etapas do processo de integração estarão concluídas.

Praia Grande

O deputado também esteve no município de Praia Grande e recebeu demandas do diretor do Hospital Nossa Senhora de Fátima, Jean da Silva Gonçalves, e do presidente Idalino Bonjolo. O diretor municipal de Saúde, Sandro Zomer, também apresentou os pleitos do município.