Na manhã desta sexta-feira, 9, o deputado estadual e pré candidato a governador pelo PSD, Gelson Merisio, esteve na sede da ACIVA, em Araranguá, para a realização da 4ª edição das chamadas “Sabatinas Regionais”. O deputado reuniu a imprensa da região, para debater sobre o seu mandato como deputado e sobre a sua possível pré-candidatura ao governo de Santa Catarina.

Merisio defendeu que a região do Vale do Araranguá precisa ter tratamento diferenciado na questão tributária por ser uma das mais deprimidas de Santa Catarina, assim como o Planalto Serrano, o Planalto Norte e o Extremo Oeste e que isto irá redistribuir o crescimento econômico como uma forma de manter um dos patrimônios de Santa Catarina, a distribuição mais igualitária entre as regiões.

A equipe de jornalismo do Grupo W3 questionou o deputado, sobre o investimento da educação, como garantia da Segurança Pública. “A educação é um caminho para isso, primeiro precisamos de um tratamento de choque, pois nos últimos anos houve um aumento no número de homicídios no estado. A sociedade precisa se unir contra a o crime organizado, começando essa batalha, trazendo os policiais militares da reserva para a ativa e é preciso que a polícia tenha estrutura, com tecnologia e investimento em novas práticas. Eu creio que é possível fazer um país dentro do outro, para que a educação realmente gere efeito em toda esta situação”, esclareceu o deputado.

Ainda sobre a segurança pública, ele pontuou. "Precisamos mudar o estatuto do desarmamento. Uma coisa é o porte de arma. Porte tem que ser apenas para quem tem treinamento. Outra é permitir que o agricultor tenha uma arma em casa para defender sua família. Sem estar armado, um bandido com um canivete pode causar uma tragédia."

Fonte: COLABORAÇÃO: Assessoria de imprensa do deputado Gelson Merisio