A solenidade de entrega da ordem de serviço da obra de construção do prédio de Ciências da Saúde, do campus da Ufsc de Araranguá, que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 31, contou com a presença do presidente da Câmara de Vereadores, Daniel Viriato Afonso, os vereadores, Jacinto Dassoler, Márcio Tubinho e Igor Gomes. O evento marcou a primeira etapa de implantação efetiva do curso de Medicina, que deve ter seu vestibular lançado no segundo semestre deste ano.

A empresa Cassol Pré-Fabricados Ltda executará o serviço. O prédio que comportará não apenas o curso de Medicina mas possivelmente outros cursos ligados a Saúde e que são ministrados no campus terá 6.400 metros quadrados. “Estamos felizes em participar desse marco histórico para a nossa cidade e representar a população neste momento especial. A luta da população e das entidades de classe, bem como da classe política em trazer o curso de Medicina para Araranguá, fortalecerá importantes áreas como a Saúde e o desenvolvimento econômico do município com a vinda de tantos profissionais e alunos para a região”, comentou o presidente, Daniel.

O deputado federal, Jorge Boeira (PP), foi o responsável pelas emendas parlamentares que bancarão o projeto. Disponibilizou da sua cota de emendas R$10,5 milhões, que serão repassados a Universidade Federal. Parte deste dinheiro já está na conta da instituição. A atitude do deputado foi, inclusive, elogiada pelo presidente do seu partido na cidade, vereador, Jacinto Dassoler. “O município nunca vivenciou uma contribuição tão significativa de um único deputado. É o maior valor em emendas já destinadas por parlamentar o que nos deixa orgulhosos e agradecidos”, disse o vereador.

Além do reitor pro tempore da Ufsc, Ubaldo Balthazar, outras autoridades políticas da região como o prefeito, Mariano Mazzuco, e o deputado, José Milton Scheffer, professores do curso de Medicina que já chegam à cidade para sua implantação, representantes de classes sociais e pessoas envolvidas neste processo, comemoraram o momento histórico. “A população e o município precisa se preparar pelo que vem pela frente. Vamos ganhar muito com o curso de Medicina e e precisamos trabalhar de acordo com este crescimento da cidade”, avaliou o vereador, Marcio Tubinho.

A primeira etapa do projeto começa a ser executada em fevereiro e tem 210 dias para ficar pronta. O prédio de Ciências da Saúde será erguido na unidade da Ufsc no bairro, Mato Alto.

Fonte: Morgana Daniel