O primeiro dia de 2017 representou também o início de um novo ciclo para 10 dos municípios do Vale do Araranguá que iniciam o novo ano com novos gestores. Cinco municípios tiveram seus prefeitos reeleitos e apesar do comandante ser o mesmo, o novo mandato de quatro anos iniciou ontem, dia 1º de janeiro. As solenidades de posse iniciaram logo cedo, às 10h, em Balneário Gaivota que reelegeu Ronaldo Pereira (PP) como prefeito e Evânio Ires Machado, o Machadinho (PSD), vice-prefeito. Ronaldinho falou da crise, anunciou cortes de gastos e redução de cargos como medida para enfrentar a crise. A solenidade lotou a Câmara de Vereadores do município.

Em Araranguá, o prefeito eleito Mariano Mazzuco (PP) e o vice-prefeito Primo Junior (PR) tomaram posse diante de uma plateia lotada. A solenidade aconteceu no Teatro Célia Belizária de Souza e contou com a participação de lideranças políticas, representantes de entidades e correligionários dos 11 partidos que fizeram parte da coligação vencedora no pleito de 2016. Durante seu discurso o prefeito relembrou a história da cidade e prometeu se empenhar para governar o município pela terceira vez.

Mariano e Primo Junior também divulgaram os nomes de quem ocupará o primeiro escalão do governo, sendo que o Partido Progressista-PP ficou com o maior número de cargos, seis no total. O PR indicou o secretário de Planejamento e o PSD indicou a secretaria de Governo. A enfermeira Evelyn Elias foi escalda para gerir a secretaria da Saúde. Na administração anterior de Mariano Evelyn já geriu a pasta durante os oito anos. Alderi Castro vai comandar Administração e Finanças, Maria Alice será a secretária de Bem Estar Social, Ariane Almeida vai comandar a secretaria de Educação, Dick Robert Daniel será o Procurador Geral, Luiz Celso Frigo será secretário de Obras, José Hilson Sasso foi escolhido Diretor Geral do Samae, Fernando Serrano (PR) foi escalado como secretário de Planejamento e o advogado Giancarlo Soares (PSD) será o secretário de Governo.

Em Timbé do Sul, o prefeito eleito, Betinho Biava (PP) e a vice-prefeita Tati Alexandre (PSDB), tomou posse as 17h, no Salão Paroquial. Em uma cerimônia marcada pela emoção o novo chefe do Poder Executivo discursou: "Agradeço a todos que levaram nossa proposta de um novo jeito de governar Timbé do Sul. Nossa prioridade nestes 4 anos será a Saúde", disse antes de se emocionar pela segunda vez.

“Desde as primeiras horas desta segunda-feira, 2, estamos concentrando nossos esforços em fazer uma espécie de raio-x na prefeitura, para tomarmos pé da atual situação e conhecer as principais necessidades de cada secretaria”. A afirmação é de João Batista Mezzari, prefeito eleito de Jacinto Machado, que aos 38 anos é um dos mais jovens da região do Extremo-Sul Catarinense. A cerimônia de posse de Gaiola, como é popularmente conhecido, do vice-prefeito, Aldo Brognoli, e dos nove vereadores eleitos reuniu centenas de pessoas no Centro de Convivência da Terceira Idade, ontem, domingo, 1º.

No município de Sombrio, o prefeito reeleito Zênio Cardoso tomou posse as 18h, tendo por local o Sombrio Tênis Clube. Acompanhado da família e da vice-prefeita eleita Gislaine Cunha (PR), o prefeito falou sobre as propostas para fazer o município continuar avançando. “Sombrio está no rumo certo e iremos continuar trabalhando para que essa seja a nossa realidade apesar de todas as dificuldades econômicas. Com muita responsabilidade e pés no chão vamos governar Sombrio pelos próximos quatro anos”, ressaltou.

Em Passo de Torres, as 18h no Ginásio da Escola Hildo Meneguetti, o prefeito eleito Jonas Souza(PMDB), o vice-prefeito eleito Aureo André Henrique e os 9 vereadores eleitos tomaram posse em uma cerimônia que contou com grande participação do público. Jonas reforçou as promessas de campanha e prometeu melhorar Passo de Torres durante os quatro anos de sua gestão. Garantiu que garra e empenho não faltará.

São João do Sul viu seu prefeito eleito tomar posse as 18h, em ato realizado na Câmara de Vereadores que esteve lotada. Moacir Teixeira (PSD), seu vice-prefeito Edinho (PMDB) e os 9 vereadores eleitos foram aplaudidos pelo público em ato marcado pela emoção.

Em Turvo o prefeito eleito Tiago Zilli (PMDB) e seu Pisca (PMDB) foram recebidos com festa na Câmara de Vereadores. Diante de uma plateia repleta de autoridades e lideranças políticas da região, o sucessor de Ronaldo Carlessi (PMDB) falou sobre a atual conjuntura política e sobre os desafios da gestão. Tiago prometeu honrar todas as promessas de campanha e foi aplaudido em pé quando se emocionou ao falar sobre o sonho de se tornar prefeito de Turvo e fazer mais pela cidade que o acolheu de braços abertos.

Em Balneário Arroio do Silva, o novo gestor do município Juscelino Guimarães, o Mineiro da Farmácia (PSD) o vice-prefeito Carlos Scarsanella (PSD) e os nove vereadores eleitos tomaram posse no Centro de Eventos Pinto. O ato que começou as 19h esteve lotado e recebeu a participação de lideranças dos partidos que compõe a base governista.

Em Praia Grande o prefeito eleito Henrique Maciel (PSDB) e o vice Mack (PSD) não usaram da palavra. O ex-prefeito Valcir Darós (PMDB) fez um balanço da gestão, entregou um relatório financeiro e entregou as chaves da Prefeitura ao novo gestor.

No município de Santa Rosa do Sul, o prefeito reeleito Nelson Cardoso de Oliveira (PSD) e o vice Nelmo Emerim (PP) tomaram posse as 20h no Salão Paroquial. O ato contou com a participação de muitas lideranças políticas e o principal assunto nos discursos que marcaram a noite foi corte de gastos e economia no setor público.

Em Meleiro, Eder Matos (PSB), seu vice-prefeito eleito Rogildo Bordignon (PSDB) e os nove vereadores eleitos tomaram posse em cerimônia festiva que contou com grande público no Clube Tupã.

Já no município de Maracajá, o ex-prefeito Wagner da Rosa (PMDB) entregou as chaves da prefeitura ao prefeito eleito Arlindo Rocha, o Lale (PSDB) e ao vice-prefeito Ademir da Silva (PP). Lale fez um discurso que pautou pela transparência: "Nós viemos com uma proposta um pouco diferente, de assimilar os movimentos de ruas pelo Brasil que exigiram gestão, o fim da prática política partidária e mais transparência, mais seriedade com o dinheiro público. Não dá mais para fazermos projeto com o dinheiro do povo e verba pública. Esse dinheiro acaba faltando na Saúde e Educação. Nenhuma informação será negada. Na entrada da Prefeitura terá dois telões digitais com as contas municipais e receitas do nosso município. Agora será uma administração que não rouba e não deixa roubar. As ruas brasileiras deram esse recado. Uniremos forças e não levantaremos mais bandeira de disputa, discórdia e vaidade", ressaltou.

Em Morro Grande o ato de posse aconteceu no Salão Paroquial que ficou lotado apesar do forte calor na noite de domingo. O prefeito reeleito Valdionei Rocha (PSD) tomou posse ao lado do vice-prefeito Poca e dos nove vereadores que vão governar o município pelos próximos quatro anos. Valdo disse que governará com ética, transparência e responsabilidade. O gestor que também foi eleito para comandar a Associação dos Municípios do Extremo-Sul de Santa Catarina-Amesc, falou sobre o corte de gastos e sobre a honestidade na política. “Estamos atravessando uma crise moral, política e econômica no país e isso afetou todos os setores. Serão anos difíceis, mas com muita responsabilidade iremos passar pela crise, porém não será fácil. Cada um terá que fazer sua parte” explicou.