O doutorando Víctor Luis Padilha, do Programa de Pós Graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental (PPGPlan), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), participou em 20 e 21 de setembro do Simpósio Internacional de Medição e Controle em Robótica.

O evento ocorreu na Universidade de Houston, nos Estados Unidos, próximo ao Johnson Space Center, instalações da NASA, integrando profissionais das duas instituições e possibilitando a troca de experiências e desenvolvimento de parcerias para as pesquisas apresentadas, internacionalmente.

A participação do acadêmico no evento foi viabilizada pelo Laboratório de Geoprocessamento (GeoLab), do departamento de Geografia do Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed).

O doutorando apresentou no evento o desdobramento de seu trabalho de doutorado no PPGPlan da Udesc, intitulado "Innovative Applications of VR: Flash-flood control and monitoring", trazendo a inovação das tecnologias de Realidade Virtual (VR) e Realidade Aumentada (RA) aplicadas para gestão do território, mais especificamente trabalhando com mapeamento de desastres por inundação.

A tese de Víctor Luis Padilha tem orientação do professor Francisco Henrique de Oliveira, da Udesc Faed, e co-orientação do professor David Proverbs, da Birmingham City University (Reino Unido), e da professora Simone Keller Fuchter, da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul) e Universidade Estácio de Sá.

"Estamos trabalhando em parceria com a Defesa Civil do estado de Santa Catarina na pesquisa de tese do doutorando Víctor Luis Padilha, objetivando trazer a tecnologia da realidade aumentada para visualizar e representar os mapeamentos de risco a inundação com maior interatividade - quer seja na condição pré-ocorrência do desastre, como ações de mitigação e planejamento na ocupação territorial, quer seja nas ações pós desastres, como rotas de fuga e segurança", destacou o professor Francisco.

Segundo o orientador, a participação do doutorando e da professora Simone no evento que ocorreu junto à NASA, nos Estados Unidosm trouxe uma nova perspectiva de inovação tecnológica, fortalecimento da rede de contatos com cientistas da NASA e chama a atenção para a nossa realidade estadual. "Os resultados foram excelentes para o grupo de pesquisadores", completou.

Fonte: Assessoria de Imprensa