O Ministério Público enviou uma notificação para o empresário Catarinense, Luciano Hang, por usar uma imagem da bandeira do Brasil no cartão de crédito da sua rede de lojas. A ação foi respondida de imediato pelos advogados de Hang, que por hora não sofreu nenhuma penalidade.

Sem se intimidar com o MP, que inclusive é alvo de suas críticas pelas redes sociais, Hang ordenou o uso da bandeira em toda sua rede que está presente em 17 Estados da Federação.

Além disso, estabeleceu contato com a assessoria de comunicação do presidente Bolsonaro sugerindo alteração no artigo 30 da constituição que discorre sobre as regras para o uso da bandeira nacional. O exemplo americano foi citado por Luciano. Lá nos Estado Unidos, a bandeira é utilizada em todos os lugares de forma ostensiva pela população.

Fonte: Foto: Divulgação Facebook Luciano Hang