O bingo beneficente para ajudar na construção de uma casa para a família do menino Ruan foi um sucesso. Agora a família está mais próxima de realizar seu maior sonho: conseguir uma casa. Na última sexta-feira, 15, o evento conseguiu angariar boa parte do dinheiro necessário para a reconstrução de um novo lar, mas ainda há muito trabalho pela frente.

Segundo o funcionário público e um dos organizadores das ações beneficentes, Rodrigo Melzi, ainda é necessário arrecadar aproximadamente R$ 5 mil. “O bingo foi um sucesso. Superou as expectativas de público, tinha aproximadamente 600 pessoas presentes no evento. Ainda falta um pouco, mas eu tenho fé que nós vamos conseguir”.

A casa de madeira foi doada pelo jogador Aloísio e os materiais para a construção da cozinha e banheiro de alvenaria foram doados por duas pessoas que preferem não ser identificadas. A família enfrenta dificuldades para quitar e regularizar o terreno. Por isso, dos R$ 19 mil arrecadados em toda a campanha, R$ 12,7 mil foram destinados à quitação do terreno, faltando pagar R$ 2 mil.

Outras despesas precisam ser pagas, é o que explica Rodrigo. “Além dos R$ 2 mil do terreno, tem a taxa de padrão da Celesc, que está em torno de R$ 1 mil. As taxas de prefeitura e cartório, engenheiro, projeto, móveis que faltam”, salienta. 

Empresários de um pub também resolveram colaborar. Na compra de um abadá do Mandala, no Arroio do Silva, R$ 1 será revertido para a construção da casa.

As doações e as despesas podem ser verificadas na página.