A notícia que já havia sido anunciada logo após a vitória de Carlos Moisés se concretizou na última quarta-feira, 2. O governo do Estado desativou, oficialmente, todas as Agências de Desenvolvimento Regional, por meio de publicação no Diário Oficial do Estado de Santa Catarina que trata da exoneração dos cargos ligados aos gabinetes das Agências.

Até o dia 31 de março, período de transição, continuam os trabalhos de alguns setores que possuem projetos em andamento, como é o caso das gerências regionais de infraestrutura e de administração, finanças e contabilidade.

Educação e Saúde, que possuem em seus quadros a atuação de profissionais efetivos, também mantêm suas atividades normalmente, até possíveis novas orientações.

Em nota encaminhada à imprensa, o então secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, agradeceu a parceria durante o período em que esteve à frente da entidade. “Foram inúmeras ações ao longo dos anos em prol do desenvolvimento dos 15 municípios do Extremo Sul, e principalmente, muitas amizades conquistadas. Seguimos em frente para novos desafios, nos colocando sempre à disposição”, finaliza.