Com a entrega de viaturas, armas, munição e equipamentos de proteção individual, o Departamento de Administração Prisional (DEAP) de Santa Catarina encerra 2018 reforçando a importância de investimentos que melhoram a capacidade operacional e as condições de trabalho dos agentes penitenciários. Na manhã desta sexta-feira, 21, o governador Eduardo Pinho Moreira, o secretário de Estado de Justiça e Cidadania, Leandro Lima, e o diretor do DEAP, Deiveison Querino Batista, fizeram a entrega simbólica dos equipamentos que representam R$ 12 milhões em recursos repassados fundo a fundo: do Fundo Penitenciário Nacional para o Fundo Penitenciário de Santa Catarina.

Além dos investimentos que ajudaram a consolidar Santa Catarina como uma referência em administração prisional, o governador Eduardo Pinho Moreira considera fundamental o fato de o setor ter uma direção extremamente técnica. “O nosso secretário de Justiça e Cidadania é um agente penitenciário com mais de 30 anos de experiência, ele conhece o sistema e por isso é um porta-voz legítimo das necessidades e melhorias do setor. A nossa confiança nesse modelo, enquanto Estado, e os investimentos que realizamos ao longo dos últimos anos tornaram a administração prisional de Santa Catarina um bom exemplo para o Brasil e para o mundo”, enfatizou.

O secretário Leandro Lima fez questão de reconhecer o quanto o setor evoluiu. Em seu discurso, sugeriu uma reflexão sobre a realidade das condições de trabalho em anos não tão distantes. “Deixamos para trás um cenário restrito e limitado por falta de infraestrutura e até de qualificação técnica. Hoje, quem veste o uniforme do DEAP carrega a força de um dos setores que mais evoluiu nos últimos anos. Temos os recursos necessários para desempenhar nosso trabalho e até uma academia dedicada a treinar e capacitar os nossos agentes para atuar da melhor forma em favor da segurança de todos os catarinenses”, contou o secretário.

Conforme cronograma do DEAP, parte dos equipamentos será utilizada para capacitação e treinamento dos agentes penitenciários, por meio da Academia de Justiça e Cidadania (Acadejuc-SC), em especial para a formação em técnicas operacionais penitenciárias e nos cursos avançados de escolta e operações externas e intervenção tática prisional.

Equipamentos

– 22 caminhonetes Ford Ranger, 4×4, no valor total de R$ 3.988.600,00, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2016).
*Entrega no início de 2019; os veículos foram adquiridos nesta gestão, mas ainda estão em fase de adaptação;

– 23 caminhonetes Ford Ranger, 4×4, no valor total de R$ 4.169.900,00, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2017).
*Entrega no início de 2019; os veículos foram adquiridos nesta gestão, mas ainda estão em fase de adaptação;

– 12 caminhonetes Ford F-4000, 4×4, semiblindadas, no valor total de R$ 2.360.196,00, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2016).
*Entregues no ato da solenidade;

– 528 Pistolas Taurus TH9 9mm Luguer, no valor total de R$ 1.221.707,50, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2017);

– 8.163 munições calibre 12, no valor total de R$ 234.018,88, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2016);

– 18 máscaras contra gás, no valor total de R$ 75.600,00, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2016);

– 60 capacetes balísticos no valor total de R$ 174.000,00, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2016);

– 10 escudos antitumulto e antibalístico no valor total de R$ 66.100,00, com recursos da transferência Fundo a Fundo, do Governo Federal (2016).

Fonte: Assessoria de Imprensa do Governo do Estado