Obras que vão oportunizar novos investimentos e mais qualidade de vida a moradores de São João do Sul, no Extremo-Sul de Santa Catarina. O governador Eduardo Pinho Moreira entregou, na manhã deste sábado, 1 de dezembro, a pavimentação da SJS-150, com pouco mais de um quilômetro e as obras na subestação ligada ao sistema da Celesc garantindo energia em maior quantidade e qualidade para sustentar o desenvolvimento de pelo menos três municípios: Passo de Torres e Praia Grande, além de São João do Sul.

O primeiro ato no município de São João do Sul foi o descerramento simbólico da placa inaugural da rodovia municipal SJS-150, ligando a área central do município até a comunidade São José. O investimento, via Fundo Social, é de mais de R$ 1 milhão. “ É mais conforto e segurança para os moradores que dependem do trajeto para acessar o comércio, serviços de saúde, escola e outras atividades”, enfatizou o governador.

Subestação para melhorar distribuição de energia elétrica

Ainda em São João do Sul, o governador Eduardo Pinho Moreira inaugurou obras da subestação que vai garantir melhorias no abastecimento de energia em municípios do Extremo-Sul. O Governo do Estado investiu, por meio da Celesc, mais de R$ 14 milhões na construção da estrutura que vai permitir conectar a subestação da Cooperativa de Eletricidade Praia Grande (CEPRAG) ao sistema da Companhia. “Significa levar energia em qualidade e em quantidade para uma região que sofria constantes problemas de falta de energia. Sem esse insumo, empresas que poderiam se instalar aqui eram obrigadas a migrar para outros municípios. Que a energia traga o desenvolvimento da região”, discursou Moreira.

A nova subestação foi construída pela cooperativa Ceprag no município de São João do Sul, sendo que a Celesc trabalhou na conclusão da Linha de Transmissão (LT) que conecta a nova subestação ao sistema da Companhia. A LT, em tensão de 69 kV, tem 20,74 quilômetros de extensão, entre Sombrio e São João do Sul.

O trabalho envolveu também o chamado comissionamento da subestação, que envolve a análise de todos os equipamentos (painéis de proteção, disjuntor, chaves seccionadoras, transformador) e da infraestrutura instalada para a conexão da nova subestação ao seu sistema elétrico (postes, barramentos e sistema de aterramento). A conclusão se deu com a energização da linha de transmissão e do ponto de conexão com a nova subestação.

Os moradores de São João do Sul, Passo de Torres e Praia Grande no Extremo Sul catarinense serão os principais beneficiados com a nova linha de transmissão. A obra vai absorver as 15.500 unidades consumidoras atendidas pela cooperativa Ceprag, proporcionando energia de qualidade para sustentar o crescimento dos municípios da região ao longo dos próximos anos.

Fonte: Secretaria de Estado de Comunicação - Secom