As dificuldades enfrentadas pelos pacientes com câncer são impossíveis de descrever, mas maneiras de amenizar o sofrimento são pensadas há um bom tempo pelas autoridades das cidades da região da Amesc. Você pode ler mais sobre isso clicando aqui.

Foi pensando nos pacientes e os pedidos da comunidade que solicitam que tenha uma extensão da Unacom na região, que o presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá, Daniel Viriato Afonso, foi até a secretaria de Saúde do Estado nesta quarta-feira, 13, para entregar um ofício que solicita que os tratamentos de quimioterapia e radioterapia sejam oferecidos na cidade e que possam atender toda a Amesc. A visita foi intermediada pelo deputado estadual, José Milton Scheffer, que se comprometeu em apoiar a reivindicação no que for preciso. “Estes pacientes devem ser atendidos o mais próximo de casa. Isso aliviaria o sofrimento”, argumentou.

O secretário adjunto da pasta, Murilo Capella, recebeu o documento. “O primeiro passo foi dado, agora vamos esperar nossa câmara técnica avaliar o pedido. Acredito que Araranguá não terá dificuldade pois já tem um Hospital Regional e ganhará uma Policlínica, que são suficientes para atender os requisitos exigidos”, manifestou.

A referida câmara técnica que julga os pedidos encaminhados a secretaria de Saúde se reúne uma vez por mês. Na reunião ficou definido que até o final desta semana, o presidente, Daniel, voltará contactar a servidora responsável pelo processo para saber quais os documentos são necessários para comprovar a capacidade da cidade comportar uma extensão da Unacon. “Sabemos que o caminho é longo, mas estamos dispostos a voltar a capital com os dados e documentos necessários para aprovar nosso pedido e seguirmos ao Governo Federal com a solicitação”, disse o presidente, que explicou que além de número mínimo de habitantes, é requisito que o pedido seja aprovado primeiro no Estado para depois encaminhar ao Governo Federal que é quem autoriza efetivamente.

Apesar de não ter prazo para o procedimento todo, a expectativa é positiva. “Saímos da reunião confiantes, principalmente pelo secretário adjunto manifestar que há projetos para certos tratamentos sejam regionalizados, como é o caso da quimioterapia e radioterapia. Temos todas as condições para isso!”, comentou o presidente.

Outras visitas na capital

A ida a capital serviu para que o presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá, Daniel Viriato Afonso, também estivesse em outros locais para tratar de assuntos de interesse coletivo. Depois da secretaria de Saúde, foi ao BNDS buscar informações sobre o repasse do Fundam e liberação de financiamentos de projetos, e ainda a SPU para saber como anda o processo de homologação do termo de adesão à gestão das praias, sugerido pelo Ministério de Planejamento. “Acreditamos que o trabalho realizado pela Câmara em conjunto com a administração municipal está dentro da expectativa e de acordo com a vontade da população. Estamos lutando pelo desenvolvimento da nossa cidade”, concluiu.

Fonte: Morgana Daniel