A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) realiza na credenciadora de inéditos que será realizada em Araranguá (SC), no próximo final de semana, o primeiro teste das novas regras de Exame de Admissão Veterinária para o Freio de Ouro. Inspirado no modelo de provas equestres internacionais, inclusive utilizado nas Olimpíadas, a partir de agora os animais vão passar por uma avaliação clínica prévia para detectar se não existem lesões que podem se agravar na prova.

De acordo com o superintendente do Serviço de Registro Genealógico da ABCCC, Frederico Araújo, os animais serão submetidos a uma análise clínica onde eles serão avaliados a passo e a trote por uma equipe de veterinários chancelada pela Federação Equestre Internacional. "Estamos pensando na questão do bem estar animal. Já avaliamos no ano passado como foi feita a admissão no The Best Jump e adequamos para a realidade das nossas provas. É uma avaliação clínica para verificar se o animal não demonstra dores antes de começar a prova", explica.

O coordenador da Subcomissão de Bem Estar Animal da associação, Marcelo Cairoli, afirma que o intuito deste evento é entender a dinâmica do processo tanto para os organizadores quanto para os expositores. A ideia é, depois deste evento, fazer os ajustes necessários e já aplicar o modelo de exame de admissão nas classificatórias e final do Freio de Ouro. "Este é um grande avanço que conseguimos e entramos no mesmo status de eventos internacionais em relação a este tipo de controle", ressalta.

A medida reforça uma série de ações que a ABCCC vem realizando no sentido do bem-estar animal dos cavalos que participam de eventos da entidade. A Credenciadora de Inéditos de Araranguá ocorre de 17 a 19 de fevereiro no CTG Crioulos do Caverá e é promovida pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos do do Sul Catarinense. O exame de admissão começa às 9h do dia 17 de fevereiro.

Fonte: Foto: AgroEffective/Divulgação (Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective)