Os trabalhos de recomposição do pavimento asfáltico, entre o km 336 ao km 337,4, do viaduto de acesso ao Morrotes até o final da ponte sobre o Rio Tubarão, na BR-101 Sul catarinense, serão feitos na próxima segunda e terça-feira, 14 e 15 de agosto. A operação prevista para esta semana foi cancelada por conta de problemas mecânicos no equipamento de fresagem do asfalto, essencial para este tipo de atividade.

Com os trabalhos de fresagem sobre a ponte do Rio Tubarão, que abriga tráfego em ambos sentidos de tráfego, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - Superintendência Regional de Santa Catarina, alerta aos motoristas que será necessário realizar interrupção controlada pelo sistema “Pare, Siga”. Nessa logística, um sentido de tráfego é interrompido para que o outro se movimente e, assim, sucessivamente. Os trabalhos e a interrupção começam às oito horas da manhã e vão se estender até às 17 horas.

Toda a operação terá o controle feito por equipes do consórcio Setep-Sotepa, contratados para o empreendimento das obras complementares à duplicação da rodovia federal. Os trabalhos de recomposição asfáltica são necessários para nivelar o pavimento sobre a passagem e igualá-lo aos segmentos de pista, tanto na cabeceira Norte quanto na cabeceira Sul. Em caso de mau tempo, os trabalhos serão suspensos e não haverá interrupção, sendo toda a atividade agendada para nova data.

Para delimitar o fluxo, a sinalização provisória de obras será disponibilizada. A recomposição de pavimento na próxima segunda e terça-feira vão acompanhar os trabalhos já iniciado na quarta, 10, na pista de sentido Florianópolis-Porto Alegre, no viaduto de acesso aos bairros São João e Morrotes.

O DNIT/SC pede aos motoristas que reduzam a velocidade de curso já no km 333 (para quem segue ao extremo Sul) e no km 343 (para os motoristas em tráfego para o Norte), para que se evitem acidentes. Após às 17 horas, o fluxo de veículos volta para o traçado original, sem mais interrupções.

Para informações, a autarquia disponibiliza os canais de informações pelo telefone 0800 6030 101e pelos links uteis no site 101sul.com.br.

Fonte: Muriel Albonico