Evento dedicado à indústria de jogos digitais e analógicos acontece em Araranguá de 13 a 15 de outubro

A região vai abrigar de 13 a 15 de outubro, o primeiro evento da América Latina dedicado aos jogos digitais e analógicos. Trata-se do 1º Slat Jogos (Simpósio Latinoamericano de Jogos), realizado por meio de uma parceria entre Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense), em Criciúma, e o campus de Araranguá da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e do IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina). A programação prevê atividades como workshops e palestras com nomes internacionais da área, apresentação de trabalhos, festival de jogos, feira e colsplay.
O Slat ocorre no campus da UFSC em Araranguá e as inscrições para participação nas atividades e submissão de artigos estão abertas a partir de 1º de setembro no site slatjogos.ufsc.br. Conforme uma das coordenadoras do Simpósio, a professora da UFSC Eliane Pozzebon, objetivo é promover um espaço para discussão sobre uma área que vem crescendo a cada ano. “O propósito é difundir e fortalecer a indústria de jogos, contribuindo com a comunidade de produtores, usuários e pesquisadores desse meio de entretenimento”, afirma.

Conforme o coordenador do curso de Tecnologia em Jogos Digitais da Unesc, Paulo João Martins, o evento deve atrair pesquisadores, estudantes, profissionais e pessoas interessadas no segmento da indústria de jogos digitais e analógicos, tanto sobre a produção desses jogos quanto usuários dessa tecnologia. “No Slat haverá espaço para o entretenimento, mas também para palestras, publicação de artigos e workshops para os interessados em estudar e se capacitar no desenvolvimento de jogos”, comenta.
A programação do Simpósio ainda está sendo fechada, mas já há palestrantes confirmados como Sandra Rozom, de Bogotá, na Colombia para falar sobre “Marketing e Jogos”; Andrés Rossi, de Buenos Aires, na Argentina, para abordar “Indústria de Jogos na Argentina”; Moacyr Alves, presidente da ACIGames (Associação Comercial, Industrial e Cultural de Jogos), que fala sobre “Mercado Nacional de Jogos” e André Bataiolla da Universidade Federal do Paraná, que aborda “Desenvolvimento de Jogos Educativos”.
Inscrições e submissão de trabalhos slatjogos.ufsc.br

Fonte: Milena Nandi