O município de Timbé do Sul já possui um histórico de fortes chuvas. E desta vez não foi diferente. Nas últimas 24 horas todas as comunidades foram castigadas.

A Defesa Civil Municipal foi acionada e registrou os pontos de alagamento, sendo que as localidades de Rio Fortuna, Figueira Aléssio e Serra Velha ficaram parcialmente isoladas. Através dos pluviômetros semiautomáticos foram registradas as seguintes marcações:

Centro 150,80 mm

Vila Nova 152 mm

Figueira Bordignon 182 mm

Rocinha 148 mm

Molha Coco 176 mm

Rio do Norte 165 mm

Durante a manhã as chuvas não deram trégua. Por isso, as aulas das escolas da rede pública e estadual foram suspensas nesta quinta-feira. “Queremos que todos fiquem alertas, não transitando por lugares arriscados”, declarou a coordenadora municipal da Defesa Civil de Timbé do Sul, Josélia Scot Pezente.

A região já esperava esta quantidade de chuvas. A Defesa Civil Estadual acompanha todo o processo já que até sábado (19) espera-se mais 120 milímetros, trazendo o risco de alagamentos e enchente. “Pedimos que a população fique atenta a possíveis deslizamentos, observar postes e árvores que possam cair e avisar as autoridades como bombeiros ou Defesa Civil Municipal sobre o ocorrido”, explicou o bombeiro militar e coordenador regional da Defesa Civil, Sebastião Antonio de Souza.

A prefeitura, através da Secretaria Municipal de Obras começou a recuperação de estradas e acessos para os locais mais atingidos. “Nos assusta a intensidade de chuva que tivemos porque 180 milímetros é a nossa quantidade mensal. Isso choveu em um dia. Tivemos danos nas estradas, calçamentos, pontes antigas e a drenagem não suportou a vazão. Amanhã, baixando mais a água da chuva faremos um levantamento sobre os danos”, relatou o Prefeito, Eclair Alves Coelho.

Giorgia Daniel – Especial W3

Fotos: Prefeitura de Timbé do Sul