Desde segunda-feira, dia 31, a instituição está trazendo nomes de peso da área, para debater o tema principal: a Educação Física e a Cidadania. A programação segue até esta sexta-feira, dia 4, com destaque para a oficina que encerra o evento: “Metodologia do Crossfit”, que ocorre das 19h às 22h.

Conforme o coordenador do curso, Joni Luiz Trichês dos Santos, a Semana Acadêmica abordou diversos temas específicos, como a Educação Física e materiais alternativos, inclusão de pessoas com autismo e deficiência intelectual.

“E outras questões, como a atividade física adaptada e a própria inclusão de pessoas com deficiência na Educação Física. Afinal, o acesso dessas pessoas à atividade física faz parte da cidadania,” comentou.

Ele ainda salientou que a Educação Física é bem abrangente, mas o objetivo principal do evento foi oferecer conhecimento tanto para quem faz o curso de licenciatura, quanto para bacharelado.

E o resultado foi positivo. Para o acadêmico da 8ª fase do curso de bacharel em Educação Física da FVA, Anderson Santana Gonçalves, que já trabalha com pessoas que possuem algum tipo de deficiência, o evento agregou conhecimento.

“A cidadania está ligada diretamente ao nosso serviço, e durante a Semana Acadêmica pude obter novas formas de atender a este público, que cada vez mais está ganhando espaço na Educação Física,” relatou o acadêmico.

Anos de vivência, muitas histórias para contar

O professor que palestrou na abertura do evento, Milton Eugênio Felker, deu entrevista exclusiva à reportagem da Revista W3. Com 68 anos, o humor dele continua em alta. Milton contou que já fez mais de mil cursos pelo Brasil e hoje dá aula em três universidades. No currículo, tem passagens pela coordenação técnica do Grêmio nos anos 90 e diversas instituições de ensino, como a Universidade Federal de Santa Maria – UFSM.

Sobre a Semana Acadêmica, ele alertou aos estudantes que nunca deixem de adquirir novos conhecimentos. “Eu já fiz mais de mil cursos, e ainda continuo fazendo. O profissional dedicado nunca para de estudar,” comentou.

Milton também deixou um recado a quem está se graduando. “Façam os dois cursos, bacharelado e licenciatura, pois o mercado está bem concorrido,” observou o experiente professor.

Reportagem: Felipe Balthazar

Fotos: David Cardoso