A negociação coletiva de trabalho entre Sindicato dos Comerciários do Vale do Araranguá - Sitracom e Sindicato Patronal se encontra em dissídio. Por não haver uma convenção coletiva entre as partes, o Sitracom, através de seu departamento jurídico, encaminhou na Justiça do Trabalho uma ação cautelar, com o objetivo de não permitir que as empresas convoquem seus funcionários para trabalhar nos feriados existentes no período de agosto de 2015 a janeiro de 2016, abrangendo os trabalhadores das empresas do ramo supermercadista e  shoppings atacadistas da região (Aravest, Prime, Portal e Litoral).

As ações cautelares beneficiam os funcionários de  250 empresas e foram protocoladas entre os dias 4 e 6 de agosto, na Vara do Trabalho da Comarca de Araranguá, sendo todas acolhidas pelo Juiz do Trabalho. A decisão, em primeira instância, foi favorável aos trabalhadores, mas  ainda cabe recurso por parte dos empresários.

“O sindicato teve que tomar essa decisão, porque como não foi possível chegar a um acordo com o patronal e não foi firmada a Convenção Coletiva de Trabalho 2015/2016, não é permitido o trabalho em feriados. Dessa forma o Sitracom encaminhou esta medida cautelar,” ressaltou o presidente Joelcio Cesar dos Santos, o Saba.