O desaparecimento de um morador de Araranguá tem deixado à família preocupada. Márcio João saiu de casa na última quinta-feira, 16, por volta das 11h, e não voltou mais. Uma campanha no facebook, iniciada pela esposa dele, Heloísa João, pede a colaboração dos moradores para descobrir o paradeiro de Márcio.

Em entrevista à Revista W3, Heloísa relatou que o marido foi internado no ano passado por depressão profunda. Há alguns meses, ele voltou a ficar com depressão, devido a estar desempregado. “Isso tem feito ele estar angustiado, voltando a tomar medicação controlada,” contou Heloísa.

O casal mora no bairro Coloninha e juntos, possuem duas filhas: uma de 14 e outra de 16. Antes de desaparecer, ele ligou para a esposa por volta das 9h30.

“Ele estava chorando, dizendo que queria a carteira de trabalho dele, e que nos amava muito, e que não era para se preocupar,” lembrou a esposa. “Ele deixou uma carta para a família. Na carta ele disse que ia, mas que voltava,” detalhou.

Heloísa explicou que ele saiu de casa em uma bicicleta, com uma caixa de madeira acoplada atrás, contendo uma barraca dentro. Ele saiu apenas com as vestimentas do corpo: um casaco verde e uma calça jeans.

A família registrou na noite de sexta-feira, dia 17, um Boletim de Ocorrência - B.O. Quer colaborar? Compartilhe a postagem da notícia no seu facebook. Se o ver pela rua, entre em contato com a Polícia Militar pelo 190, ou com a própria esposa dele, pelo (48) 9805-3782.

Reportagem: Felipe Balthazar

Fotos: Reprodução / Facebook