Araranguá, o maior município do Vale é integrante do Programa Cidades Sustentáveis e já tem motivos para se orgulhar quando o assunto é sustentabilidade. O município que em 2012 recebeu 0,622 e ocupava a 8ª posição na região, obteve grande avanço passando a ocupar a 3ª posição, com uma pontuação de 0,674, segundo avaliação que mediu o Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável – IDMS do município.

O índice está acima da média estadual e o avanço é comemorado pelo prefeito Sandro Roberto Maciel, que em seu plano de governo, durante as eleições municipais, ergueu a bandeira da sustentabilidade e lançou o PAS- Projeto Araranguá Sustentável. Em entrevista exclusiva concedida à Revista W3, o chefe do Executivo falou sobre os avanços. Confira:

ENTREVISTA

REVISTA W3: Em seu plano de governo, durante as eleições municipais, o senhor lançou o PAS- Projeto Araranguá Sustentável. Quais as ações nesta área já foram realizadas e que de fato contribuíram para este considerável avanço no setor?

SANDRO MACIEL: A melhoria nas condições estruturais da Educação foram fundamentais. Também investimos na atuação da cobertura de saúde e a sua humanização com adoção de novos programas; apostamos na ampliação da coleta de lixo para mais 13 comunidades; levamos rede de água tratada para 14 áreas rurais e adotamos um conjunto de obras e ações voltadas à sustentabilidade. Estas foram algumas providências encaminhadas pelo Governo Municipal e que contribuíram para elevar o nosso índice.

REVISTA W3: Um dos melhores índices do município, segundo apontou o levantamento, diz respeito à área da habitação. Neste quesito o município recebeu pontos em função da existência de Plano Municipal de Habitação, da existência do Conselho Municipal de Habitação, de Fundo Municipal de Habitação e também da existência de um Cadastro ou Levantamento de Famílias Interessadas em Programas de Habitação. Quais os avanços o senhor considera que houve na área de políticas públicas para este setor?

SANDRO MACIEL: Além do Plano, do Conselho, do Cadastro e do Fundo de Habitação, estamos construindo o maior conjunto habitacional para famílias de baixa renda da história do munícipio. São 256 famílias que serão beneficiadas num volume de recursos de mais de 15 milhões.

REVISTA W3: A avaliação também destacou a qualidade da educação no município, que obtive desempenho acima da média estadual. Quais os investimentos feitos para melhorar o cenário da educação no âmbito municipal?

SANDRO MACIEL: Tivemos investimentos em todas as unidades de ensino. Todas as nossas escolas agora têm acessibilidade. Também estamos construindo 3 novas escolas, pois há mais de 10 anos, nenhuma nova escola fora construída. Investimos também na reforma e ampliação de outras 05 escolas, inauguramos recentemente 02 novos Centros de Educação Infantil e há previsão de mais dois. Destaque ainda para o quadro completo de professores em todas as escolas. É inegável também a nossa política de conservação das unidades de educação, além é claro da distribuição de uniformes escolares a todos os alunos, do pré ao 9º ano. Podemos citar ainda a atualização Proposta Curricular, a a criação do Plano Municipal de Educação e os investimentos na aquisição de materiais para educação física e brinquedos pedagógicos.

REVISTA W3: Satisfeito com o avanço?

SANDRO MACIEL: Feliz por saber que estamos avançando. É importante salientar que superamos 74 municípios em 02 anos, passando do 198º para 124º lugar no ranking do IDMS. Estamos no caminho certo, agora é seguir em frente com muito trabalho e dedicação. A luta não pode parar!

Reportagem: Saulo Pithan

Fotos: Divulgação