O olhar ingênuo e o semblante inocente escondem a verdadeira face de um trio de adolescentes que recentemente iniciou no universo do crime. Munidos com um pedaço de madeira, uma faca e também uma espingarda, três garotos com idade entre 15 e 16 anos, assaltaram um entregador de lanches na última quarta-feira da semana passada, no bairro Coloninha em Araranguá. Dois dos envolvidos compareceram hoje na Central de Polícia para prestar depoimento ao delegado Jorge Giraldi, coordenador da Divisão de Investigação Criminal-DIC de Araranguá.

Na opinião do delegado, os garotos que iniciaram recentemente no universo criminoso, já passam a colecionar passagens pela Polícia. A Revista W3 conversou com um dos adolescentes. O menor afirmou ter 16 anos e confessou que esta é sua segunda investida criminosa. “Da outra vez eu furtei um celular em uma loja especializada,” contou sem demonstrar arrependimento.

Durante a entrevista o garoto confidenciou que os três amigos arquitetaram o crime e após conseguir êxito no assalto, fugiram e dividiram o dinheiro. “Todos nós estávamos armados. Eu usei uma faca, meu outro amigo usou um pedaço de pau e o terceiro usou uma espingarda de cano cerrado. Pedimos um lanche, esperamos o entregador chegar e anunciamos o assalto. Depois que roubamos o dinheiro, fugimos e repartimos a grana,” detalhou.

Indagado sobre arrependimento, o garoto afirmou que pretende mudar o rumo da vida e buscará novas e melhores oportunidades. O adolescente que mora com a avó, não está na escola mas afirmou que pretende retomar os estudos. Os dois foram ouvidos e liberados. Eles serão apresentados ao Ministério Público que irá propor medidas socioeducativas.

Reportagem e fotos: Saulo Pithan