O que encanta uma criança? Os baixinhos podem não ter uma alta estatura, mas a imaginação desta galerinha é pra lá de gigante. Com uma cidade inflável construída exclusivamente para ensiná-los, de uma maneira divertida, o projeto “Portinho Seguro” proporcionou aos pequenos dar asas a imaginação e ainda aprender brincando.

Da teoria à prática, o projeto elaborado pela seguradora Porto Seguro é visionário. Desde o momento que as crianças entram na mini cidade inflável, montada com trânsito, prédios e até semáforos, os pequenos participantes não dispersam um minuto da atenção sequer e aproveitam ao máximo para brincar e aprender sobre as regras que devem ser seguidas para um trânsito seguro e sem acidentes.

O pequeno Nicolas, por exemplo, com apenas cinco anos de idade já aprendeu lições que muita gente na fase adulta esquece de exercer. A educação no trânsito é uma delas. “O projeto é muito legal, a gente aprendeu que não deve passar a faixa de pedestre e avançar o sinal,” contou timidamente o menininho, que com giz de cera nas mãos, coloria um bonito carrinho.

O aprendizado por parte das crianças serve de inspiração para os pais. A comerciante Joelma Rocha foi acompanhar a filha de sete anos, participar do projeto. “A ideia é muito boa, tanto para as crianças, quanto para nós, pais. Afinal, quando eu fizer algo de errado no trânsito, sei que minha filha vai estar cobrando,” confirmou entre risos.

O relato da mãe expõe com precisão a ideia inicial do projeto, que busca semear entre os pequenos a ideia de uma trânsito mais seguro. Formar futuros motoristas com mais consciência e amor pela vida é um dos objetivos que norteiam a ação.  Foi justamente isso que motivou o diretor do Colégio Murialdo, Padre Vilsionei Baggio, a colaborar com o projeto, cedendo uma das quadras da escola para abrigar o “Cidade Portinho”. “O papel da escola é educar as crianças para a vida. E as boas sementes precisam ser lançadas ainda cedo,” ressaltou o Padre.

Sobre o projeto

O “Portinho Seguro” é um projeto da seguradora Porto Seguro. Ele roda o Brasil inteiro, no entanto esta é a primeira vez que chega às terras do Sul do Brasil. Araranguá foi a cidade escolhida para abrigá-lo, por meio do Colégio Murialdo.

A corretora Juliana Azevedo, junto do gerente Regional da Porto Seguros, Walter Latarullo, foram os responsáveis por trazer a iniciativa à Araranguá. Com um investimento de aproximadamente R$ 20 mil, uma cidade inteira foi instalada na quadra esportiva do Murialdo.

O objetivo do projeto, conforme Juliana é atender crianças com idade entre 5 e 11 anos. Após as crianças passarem por uma introdução sobre normas do trânsito e os perigos dele, elas entram na mini cidade inflável, onde com bicicletas e triciclos, fazem um trajeto igual a de um trânsito de verdade, com semáforo e sinalização.

Fotos: Gabriela Silva