Nesta terça-feira (31), compareceu na Central de Polícia de Araranguá, Wanderley Almeida de Souza de 55 anos, o “Deley do megafone” que no último sábado esfaqueou a ex-companheira, Maria da Graça Elias de 51 anos, conhecida como “Maria Rosqueira”.

Acompanhado do advogado, “Deley” em depoimento ao delegado Jorge Giraldi, coordenador da DIC, alegou legítima defesa. “Ele contou que estava separado da vítima há algum tempo e que ela pedia ajuda financeira com frequência. Após a separação ela foi morar na Vila Samaria e, no dia do ocorrido, ele foi levar R$ 100,00, porém houve uma discussão e após a vítima pegar um martelo para agredí-lo, o mesmo pegou uma faca que estava sobre a pia e, no intuito de se defender, golpeou a ex-companheira”, revelou a autoridade policial.

O acusado contou ainda que depois de ter ferido Maria da Graça, fugiu e jogou fora a faca usada nos golpes. Um Inquérito Policial foi instaurado. Conforme explicou Giraldi, testemunhas ainda serão ouvidas, entre elas, a própria vítima. “Vamos ouvir mais pessoas até mesmo para verificar se a versão apresentada pelo acusado será ou não a mesma dos demais”, ponderou.

Foto: Arquivo