O sonho da casa própria ficou mais próximo para 95 famílias, residentes na cidade de Turvo. Isto porque ocorreu na manhã desta sexta-feira (27), a assinatura do convênio entre prefeitura, Caixa e Federação das Cooperativas Habitacionais do Estado de Santa Catarina – FECOHASC, que dá início ao processo de construção de 95 casas, financiadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.

De acordo com o gerente geral da agência da Caixa de Turvo, Jaime de Luca Zanette, em até 18 meses as residências devem ser entregues aos beneficiários, que para serem contemplados, precisaram estar dentro das normas do programa.

“Uma das exigências é que a renda comprovada pela família seja de até R$ 1.600 mil, sendo que a preferência foi dada as pessoas idosas, deficientes e mulheres chefe de família, que possuam filhos”, explicou.

O prefeito Ronaldo Carlessi exaltou o projeto. “É uma gratificação, para nós enquanto município, poder ver o sonho de todas essas famílias virar realidade”, comemorou o prefeito.

Cada projeto segue o padrão do programa Minha Casa, Minha Vida, possuindo 47 m², e custando em média R$ 45 mil por residência. Os beneficiários vão pagar, em 10 anos, uma prestação que corresponde a 5% da renda comprovada. Todas as casas vão ser construídas em forma de conjunto habitacional, no loteamento São Braz, no bairro São Luiz, onde já possuem construídas 49 casas do projeto.