Policiais militares do 19º Batalhão de Polícia Militar de Araranguá, no Sul do Estado, comandado pelo tenente-coronel Antônio Carlos Mota Machado, têm participado ativamente de treinos de Jiu-Jítsu, uma arte marcial japonesa que utiliza como principais técnicas golpes de alavancas, torções e pressões para derrubar e dominar um oponente.

Esses policiais militares estão treinando artes marciais já há alguns meses. O batalhão conta com diversos policiais já graduados em jiu-jítsu e o número de policiais que praticam o treino está aumentando a cada semana.

Dessa maneira os Policiais Militares, na folga, praticam exercícios de forma saudável e associados ao seu dia a dia. “Com a prática da arte marcial você passa a ter mais confiança em si mesmo e também a ser mais tolerante. Para nossa profissão é extremamente importante possuir técnicas que nos permita estar prontos diante de todas as situações vivenciadas em nosso dia a dia”, declarou o soldado Junior.

Atualmente os policiais realizam os treinos na academia Fusion, com o professor Cristiano França, faixa preta em Jiu-Jítsu, tendo como monitores Jones Costa D’Avila, também faixa preta e o soldado PM Antônio Carlos Gonçalves Junior, que é faixa marrom.

Além de manter a mente sã e o corpo em constante atividade, o treino proporciona interação entre os policiais militares do 19º BPM e também de outros batalhões, como é o caso de alguns policiais que trabalham em Criciúma e treinam com os militares, em Araranguá.

Cerca de 20 policiais militares treinam diariamente a arte marcial, com o objetivo de estarem preparados para toda e qualquer ação.

Reportagem: Assessoria de Imprensa PM

Fotos: Divulgação