A solução para a situação do BR Shopping está em discussão. Após reunião entre Ministério Público, prefeitura e entidades, sobre o futuro da construção que está a mercê de moradores de rua, vândalos e prostituição, o próximo passo foi definido.

Na tarde desta quinta-feira, 12, o prefeito em exercício, Rodrigo Turatti, se reuniu com a secretária de Governo, Maria Aparecida Costa (Cida), procurador Geral do município, Thiago Turelly, secretário de Planejamento, Everton José da Silva, secretário administrativo de Planejamento, Joel Borges e o diretor do departamento de Receitas, Gesse Espíndola para debater o assunto.

Na ocasião ficou definido que o primeiro procedimento é identificar de maneira atualizada cada matrícula. “Sabendo quem é o responsável atual por cada sala, vamos elaborar um documento, tendo como base o Código de Postura do município e notificar cada um para que regularize a situação”, explica o prefeito.

Ainda segundo Turatti, as medidas devem ser tomadas porque é um risco para a população, além de prejudicar a imagem da cidade. “Esta é uma questãode saúde pública, a promotoria já se manifestou sobre o assunto e vamos tomar as providências cabíveis”, relata.

Informações: Assessoria de Comunicação prefeitura de Araranguá