Dos quatro municípios litorâneos apenas Araranguá está 100% aprovada, já Passo de Torres foi considerada imprópria para banho.

Mais da metade dos pontos de balneabilidade analisados pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma) na região são considerados impróprios para banho. O dado alarmante foi divulgado na segunda-feira e faz parte do 12º relatório de balneabilidade do Litoral de Santa Catarina na temporada de 2015. O documento aponta que 77 dos 200 pontos pesquisados são impróprios para banho em 27 cidades catarinenses.

O número é mesmo que o registrado na análise do dia 30 de janeiro. Ao todo, 123 praias estão dentro do indicado para banhos de mar. Na região, as informações da Fatma geram preocupação, pois das quatro cidades que compreendem o litoral do Extremo-Sul Catarinense, apenas Araranguá apresentou todos os pontos indicados para banhistas. Arroio do Silva teve dois dos quatro pontos analisados reprovados e considerados impróprios, já Balneário Gaivota teve dois pontos analisados pela Fatma e um deles também foi reprovado. A situação em Passo de Torres é a mais preocupante, pois as duas coletas realizadas no município indicou que o balneário não é indicado para os banhistas. A cidade já havia apresentado resultado negativo no relatório anterior. Reportagem completa na Revista W3 Semanal de quinta-feira. 

Reportagem: Saulo Pithan

Foto: Arquivo W3