Localizada no Sul de Balneário Gaivota, a estrada que dá acesso geral a comunidades de Areias Claras, vem causando transtornos diários a vida dos moradores que vivem as margens desse verdadeiro corredor. A reportagem ouviu os moradores que cobram uma solução para o impasse. Dona Rosa por exemplo, revelou que a falta de quebra mola, tem causado muitos transtornos. “Além da rua ser estrada de chão, não existe nenhum tipo de controle de velocidade e principalmente na alta temporada esse problema fica ainda pior, pois os veículos passam em alta velocidade,” conta.

Segundo a moradora, tem sido praticamente impossível conviver com a poeira trazida pelos veículos que trafegam em alta velocidade na estrada. “A poeira entra nas casas sujando móveis, roupas de cama, roupas no varal e também prejudicando a saúde das crianças que respiram toda essa poeira,” explicou.

Os moradores cobram uma solução para o impasse. Queixas já foram feitas à Prefeitura Municipal, que até então não se manifestou em relação ao pedido da comunidade. “Esperamos que eles desta vez olhem para a comunidade, pois estamos cansados de pedir e não receber nem menos a atenção como resposta,” desabafa.

Reportagem: Saulo Pithan- Colaboração Jorna Amorim

Foto: Jornal Amorim