Uma ação criminosa estudada, arriscada e ousada foi registrada somente na manhã des sábado (13), em uma loja localizada na Avenida Sete de Setembro no centro de Araranguá. Durante a madrugada de sábado (13), criminosos “trabalharam” e obtiveram êxito no arrombamento com furto, na loja de varejo regional.

Quando uma das funcionárias chegou no estabelecimento comercial, por volta das 08 horas da manhã para abrir a loja, ao adentrar, percebeu que uma parede havia sido quebrada, sendo imediatamente acionada a Polícia Militar. Para ter acesso ao interior do estabelecimento os criminosos seguiram por um estacionamento nos fundos de outras lojas, arrombaram a porta de uma igreja que fica na mesma edificação do “alvo”. Já no interior da igreja os bandidos colocaram um tapume e um sofá. Quem passava em frente a igreja ou, o vigia do posto de combustível em frente, não visualizavam quem e, o que estariam fazendo.

Com equipamentos que não foram encontrados, os meliantes quebraram a divisória que divide a igreja e o estabelecimento comercial. Quem praticou o crime sabia ao certo em que local deveria quebrar a parede. Já no outro lado, para que o alarme não fosse acionado, caixas de isopor foram colocadas nos sensores.

Sem alarme, com uma madrugada inteira pela frente e com local certo para arrombar, os criminosos romperam uma porta que estava escrito “Banheiro Interditado” e arrombaram dois cofres que estavam escondidos naquele local.

Do estabelecimento foram levados mais de R$ 40 mil em espécie, vários aparelhos celulares, tablets e Smartphones. A perícia foi acionada e agora a Polícia Civil irá investigar o crime e várias linhas de investigação foram traçadas.

Reportagem: Karin Mariana-Contra o crime/ Especial W3

Fotos: Diogo CCR