Nesta terça-feira, dia 2, a 4ª  Vara Federal de Criciúma promoverá uma audiência pública com a participação de vereadores, entidades e autoridades, sobre a recuperação das áreas degradadas pela mineração de carvão, no auditório da Unisul/UFSC, no campus de Araranguá, situado no bairro Jardim das Avenidas. A reunião está marcada para às 19 horas. A audiência trará para a discussão o impacto provocado pela atividade carbonífera na Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá. A iniciativa tem o apoio da Câmara Municipal e da Fama, a Fundação Ambiental do Município de Araranguá.

Em outubro,  o Presidente da Câmara Municipal, Ozair da Silva, o Banha (PT), conversou com o Procurador da República do Ministério Público Federal, Darlan Airton Dias, e o Juiz da 4ª  Vara Federal, Fernando Tonding Etges, sobre a realização. O encontro serviu para organizar a atividade e também para reafirmar a importância do evento. A ideia de discutir o tema com a comunidade, inclusive, surgiu a partir de uma conversa entre o legislador e o Procurador.

Relembrando

Em setembro, o Chefe do Legislativo conseguiu a aprovação do Requerimento No 85/2014, sobre a realização de audiência pública para a apresentação de um relatório sobre as áreas degradadas pelas empresas carboníferas na Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá, definidas na ação pública No 93.80000.533-4, de 1993, promovida pelo Ministério Público.

A determinação do MP refere-se à recuperação das áreas de depósitos de rejeitos, minas abandonadas, locais de mineração a céu aberto e dos recursos hídricos das bacias dos rios Urussanga, Tubarão e Araranguá. As carboníferas envolvidas precisam desenvolver ações e apresentar essas atividades relacionadas à recuperação ambiental em audiências.

Naquela sessão, Banha ressaltou a importância de realizar uma reunião em Araranguá, já que essas explanações ocorrem geralmente na região de Criciúma.  “A intenção é que a sociedade discuta sobre o que foi degradado na região e também para que possamos discutir sobre os investimentos realizados em Araranguá”, salientou o vereador.

 

--

Assessoria de Imprensa/Vanessa Irizaga 3521-0835 9906-8048
http://www.cmva.sc.gov.br