Comunidade define os integrantes do conselho local de saúde do bairro Cidade Alta

Reunião reuniu representantes dos moradores, profissionais de saúde e administração municipal

Participação Social. Na noite de quinta-feira, dia 23, a comunidade definiu a formação do conselho local de saúde do bairro Cidade Alta. A assembleia ocorreu no Salão Sagrada Família, ao lado da Igreja. No encontro, os integrantes da Comissão Provisória para Organização dos Conselhos Locais de Saúde, integrada por 18 representantes de diferentes localidades e entidades, e responsável pela organização dos conselhos e realização das reuniões, destacaram a importância da formação e da luta da sociedade ao longo da história por um sistema de saúde eficiente para toda a população.  

A formação permite que a população apresente sugestões e traga para o conhecimento de todos sua vivência com relação ao serviço prestado ao povo. Cada conselho é formado por representantes da comunidade, do Governo Municipal e da Unidade de Saúde em questão. Até o fim do ano serão formados 13 conselhos na cidade. 

De acordo com a integrante da Comissão e do Conselho Municipal de Saúde, Lídia Beatriz P. Pirolla, que é uma das responsáveis pela apresentação inicial sobre o CLS nas assembleias, os conselhos em geral possibilitam que o cidadão participe do processo de transformação de vários setores importantes, como a educação e a saúde. “O conselho é formado por um grupo de pessoas que se reúne com o intuito de trazer melhorias para a sua comunidade”, salientou a profissional. 

Outra representante da Comissão, Sayonara de Araújo Pessoa, enalteceu o papel do CLS. “A importância do conselho é possibilitar o conhecimento de como está a saúde, os problemas e o que precisa ser feito naquela comunidade”, frisou Sayonara. 

A implantação dos conselhos locais foi viabilizada por meio da aprovação do  Projeto de Lei Ordinária 16/2013 que deu origem à Lei  No 3.187/2013, que cria os conselhos nas Unidades Públicas Municipais. O autor da proposta é o Presidente da Câmara de  Vereadores, Ozair da Silva, o Banha (PT), que destacou a importância do conselho local no município. 'Por meio do CLS, a comunidade terá um espaço onde ela poderá ser ouvida', ressaltou o Chefe do Legislativo.

Sobre os Conselhos Locais de Saúde

A proposta vem ao encontro da concepção de controle social do SUS, o Sistema Único de Saúde, prevista pela Lei n.º 8.142/90, a partir da integração da sociedade aos conselhos de saúde, por meio dos quais as pessoas podem formular, fiscalizar e deliberar sobre as políticas de saúde. 

Conheça os conselheiros

Comunidade: Joana Flores, Marinês Pereira, Marlúcia Borba da Silva e Iraídes Dal Pont (titulares), e Joelma de Freitas, Eliane da Silva Duarte, Elzi Maria Rocha Vieira e Rubens Schlickmann  (suplentes).

Unidade de Saúde: Alice Maria Cervelin e Michelle Espíndola (titulares) e Talita Cantelli e Edna Silva Duarte (suplentes)

Governo: Valdina Daros De Lucca e José Álvaro Paim Guimarães (titulares) e Everson Casagrande e Zélia Borges (suplentes). 

-- 

Assessoria de Imprensa/Vanessa Irizaga 

3521-0835

9906-8048

www.cmva.sc.gov.br