Um incêndio ocorrido na manhã deste sábado, na Praia do Pescador, em Balneário Arroio do Silva vitimou Ivo Polla, um idoso de 75 anos. O aposentado era cadeirante e não conseguiu  fugir do fogo, que segundo família se alastrou rapidamente e em menos de cinco minutos tomou conta da pequena edificação de aproximadamente 30m².

Vizinhos agiram rápido e numa tentativa desesperada de prestar socorro, ainda tentaram enfrentar as fortes labaredas tentando remover as paredes com as próprias mãos. A tentativa no entanto acabou frustrada. De acordo com Wesley Bez, 27 anos, um dos moradores que tentou auxiliar na retirada da vítima, o fogo consumiu a casa de forma muito rápida. “Estamos todos muito tristes por não conseguir salvá-lo. Ainda escutamos os gritos de socorro que ele dava enquanto era consumido pelas chamas. Foi a situação mais triste que já presencie em toda minha vida,” lamenta.

De acordo com o Sargento Da Silveira, o Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 11h25min e em poucos minutos chegou ao local, mesmo tendo enfrentado estrada de chão batido de difícil acesso. Cerca de 20mil litros de água foram usados no combate às chamas que só foram controladas por volta das 12h. O Instituto Médico Legal-IML, foi acionado para fazer o recolhimento dos restos mortais. Os bombeiros precisaram auxiliar para a remoção do cadáver que foi encontrado já carbonizado em meio aos escombros. “As causa do incêndio deverão ser apuradas através de perícia realizada pelo Corpo de Bombeiros. No momento as informações que nos chegam é de que o incêndio teria iniciado na cozinha,” explica o Sargento.

Família precisa de ajuda

Dentro do imóvel estava a esposa da vítima, uma idosa de 74 anos e um dos netos de apenas 08 anos. Ambos conseguiram sair antes que o fogo destruísse tudo e foram acolhidos pelos vizinhos. Na casa também moravam o filho e a nora do idoso que não estavam em casa no momento do incêndio.

A família que perdeu tudo agora precisa de ajuda. Quem puder ajudar com qualquer tipo de doação pode entrar em contato pelos fones: 48- 9847 1633 ou 9900 0740.

Reportagem e fotos: Saulo Pithan- Revista W3