A exposição faz parte da “Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla” que é comemorada do dia 21 a 28 deste mês pelas Apaes de todo o país. “As Apaes da região realizam uma programação bastante extensa, que inclui além das exposições, palestras, seminários, passeios, missas, e encerra com uma confraternização envolvendo as 12 Apaes que abrangem a Regional de Araranguá”, explica a integradora de Educação Especial e Diversidade da 22ª SDR, Marione Silveira Coelho.

A integradora lembra que o objetivo destas ações é apresentar o potencial artístico e intelectual dos alunos e integrá-los na sociedade. “Todas as atividades mostram o envolvimento e o comprometimento dos profissionais com os alunos. Trabalhamos na inserção da pessoa com deficiência no segmento da educação, no social e no lazer. Um exemplo são as exposições, onde eles mostram à sociedade suas potencialidades”, diz Marione.

A exposição pode ser conferida até sexta-feira, dia 29, na sede da SDR Araranguá, que fica na Rua Porfírio Lopes de Aguiar, nº 401, bairro Cidade Alta. “Telas, tapetes, produtos feitos com papel reciclável, puff de garrafa pet, garrafas decorativas, toalhas, bonecas de pano, entre outros artesanatos estão expostos e podem ser adquiridos no local”, ressalta Marione.

Educação Inclusiva

Na abertura da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla’ aconteceu uma conferência na cidade de Sombrio com a pedagoga Carolina Kern, onde ela abordou o tema: Diálogos entre as Diretrizes Pedagógicas e Jurídicas nas Propostas da Educação Inclusiva. No mesmo dia aconteceu um painel de discussões sobre educação inclusiva com representantes dos 15 municípios da 22ª SDR.

A programação segue até quinta-feira, dia 28, onde encerra com uma tarde dançante na Apae de São João do Sul, com a participação dos alunos maiores de 15 anos.

Fonte e fotos: Assessoria de Imprensa