A Polícia Militar de Araranguá foi acionada na manhã de ontem sobre dois homens que estariam brigando no meio da rua, sendo que um estava armado com facão e outro ferido na cabeça. O fato aconteceu na Rua Manoel Anastácio, no bairro Jardim Cibele.

No local os militares conversaram com uma senhora de 80 anos que relatou que seu filho A.P.B. de 40 anos estava em casa, quando um homem arrombou a janela porque queria matar seu filho. Com medo, A.P.B. correu para a rua e foi atingido com um tijolo a cabeça, sendo socorrido pelo SAMU e levado ao Hospital Regional de Araranguá.

O autor da agressão acabou fugindo. Tempos depois a PM foi acionada novamente sobre dois homens que estariam brigando na rua, mesmo local da ocorrência anterior. Quando o Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) chegou no local, flagrou o autor da agressão, V.V.K. de 33 anos, na posse de um facão. De acordo com o Soldado Rafael, do 19º BPM, um cidadão teria ido tirar satisfação com V.V.K. sobre a agressão ao seu amigo e o acusado pegou uma arma branca para ameaçar a outra vítima.

A Polícia Militar prendeu V.V.K. em flagrante pelos crimes de violação a domicílio, porte ilegal de arma branca e tentativa de homicídio, sendo o acusado levado para a Central de Polícia. Na delegacia o detido afirmou ter entrado em luta com A.P.B. pois tinha uma desavença com a vítima. 'O irmão dele já tentou me matar e eles me ameaçam. Hoje eu também fui agredido e fiquei lanhado nas costas e tive um machucado no ombro', revelou V.V.K., que após ser ouvido pelo delegado acabou liberado. O acusado responderá a um Termo Circunstanciado (TC) por lesão corporal.

A vítima também compareceu na delegacia onde prestou depoimento na companhia da mãe, uma aposentada de 80 anos que presenciou os fatos.

Reportagem: Colaboração Karin Mariana- Especial W3